Archive for 2012

[Tutorial] Aprenda a otimizar a capacidade de memória de seu computador com Pen-Drive ou Cartão de Memória

Todos já nos deparamos com o baixo desempenho de um computador, mas o que fazer nessas horas para que ele volte à ativa novamente?

Uma ferramenta muito interessante, e que muita gente não conhece, mesmo estando disponível desde o Windows Vista é o Readyboost, que configura seu pen-drive, cartão de memória, celular, máquina fotográfica digital, Mp3, Mp4... enfim, todos os dispositivos que possuem armazenamento flash, em memória RAM complementar para o seu computador. 


Aprenda nesse tutorial como aprimorar o desempenho de sua máquina passo a passo:


1 - Para começar você deve plugar o dispositivo em seu computador, utilizando uma das portas USB ou o slot para cartão de memória.




2 - Logo após, abra o Windows Explorer ou Explorador de Arquivos - caso use o Windows 8, e clique com o botão direito do mouse sobre o disco que você irá usar como memória complementar, clique em Propriedades, e logo após, selecione a guia Readyboost.




Agora é só clicar em "Usar este dispositivo", configurar a quantidade de memória que será reservada e clicar em "Aplicar". É importante lembrar que é necessário que o dispositivo esteja sempre conectado para que essa função funcione corretamente.




21 de dezembro de 2012

Três razões para checar o perfil nas redes antes da entrevista de emprego


Pesquisa revela que mais da metade dos recrutadores já excluiu algum profissional de processo seletivo por conta do que achou dele (ou sobre ele) nas redes sociais



Manter uma postura inadequada nas redes sociais pode atrapalhar o seu sucesso profissional e minar as suas chances de garantir novas oportunidades no mercado de trabalho, é o que revela recente pesquisa realizada pela AVG Technologies com 230 gerentes de RH dos Estados Unidos e Reino Unido e mais de 4 mil jovens entre 18 e 25 anos de 11 países.
No entanto, pouca gente parece dar importância para a atitude digital antes de uma entrevista de emprego. De acordo com estudo, 60% dos norte-americanos entrevistados disse não checar se seus perfis virtuais contêm algo que possa deixar os recrutadores de "cabelo em pé". 
Se esse é o seu caso, confira três razões - com base nos dados da pesquisa, para se certificar de que não há nada que o desabone no seu perfil do FacebookTwitterYoutube, LinkedIn, Flickr e outras redes, antes de encarar o recrutador.
1. Os recrutadores procuram perfis em várias redes sociais
O estudo mostra que a grande maioria dos recrutadores (90%) pesquisa os perfis abertos dos candidatos em diferentes redes sociais. Ou seja, a rede social profissional LinkedIn não é a única ferramenta usada no processo de seleção.
No Reino Unido, 85% também procuram a página dos candidatos no Facebook, 47% no Twitter, 23% no Youtube, 16% no Instagram e 15% do Flickr.
Nos Estados Unidos, 85% dos profissionais de RH disseram acessar perfis no Google, 81%, no Facebook, enquanto 71% acessam a página do candidato no LinkedIn. Twitter é usado por 39% dos entrevistados, Instagram por 18% e o Flickr é acessado por 15%.
A conclusão é que de nada vale manter uma página impecável no LinkedIn se perfis nas outras redes podem colocar tudo a perder. Aliás, recomendações no LinkedIn são vistas até com certa desconfiança pelos recrutadores.
2. Publicações inadequadas podem deixá-lo de fora da seleção
Mais da metade dos recrutadores revelou já ter excluído algum profissional de um processo seletivo por conta do que achou dele (ou sobre ele) nas redes socais. 
No Reino Unido, 65% consideram o conteúdo das redes muito importante durante o processo de seleção. Nos Estados Unidos 62% dão importância ou muita importância às atitudes dos potenciais candidatos nas redes.
Fotos com nudez, ofensas, críticas depreciativas ao último empregador e extremismo ideológico  são os aspectos que mais “queimam o filme” dos profissionais nas redes, na opinião dos recrutadores. Qualquer um destes itens seria suficiente para limar um candidato das seleções, de acordo com 90% dos entrevistados.
3. Atitude online também pode encantar
Por outro lado, investir na sua imagem online pode fazer com que você saia na frente de outras pessoas. Ainda de acordo com a pesquisa, dois terços dos recrutadores já foram influenciados positivamente pelo conteúdo das páginas dos candidatos nas redes sociais.
Autor: Camila Pati
Fonte: Exame.com

[Tutorial] Windows 8: Como mudar a região no Windows Store para outros países


O Windows 8 já está entre nós e as pessoas estão começando a se acostumar com as funções do novo sistema operacional da Microsoft. Uma das novidades dele, além da grande mudança visual, foi a inclusão de uma loja de aplicativos, os quais podem ser usados dentro da nova identidade visual do Windows.
Atenção! Vale lembrar que programas de desktop continuam sendo aceitos pelo sistema operacional, mas aqueles que se integram de maneira mais orgânica a ele só poderão ser encontrados dentro dessa loja oficial.

Apesar da novidade, como era de se esperar, a Windows Store brasileira ainda não conta com todos os aplicativos da loja americana, deixando de fora alguns programas que podem ser interessantes aos brasileiros que adotaram o novo SO da empresa de Redmond.

Para acabar com esse “problema”, o próprio Windows conta com uma maneira de trocar a região da Windows Store. Essa opção está um pouco escondida, mas agora mostraremos como você pode trocar a sua loja brasileira pela americana (ou do país que você preferir). 

1. Acesse o Painel de Controle

A primeira coisa a se fazer é acessar o Painel de Controle do Windows 8, o que pode ser feito deixando o cursor do mouse no canto inferior direito da tela ou apertando a combinação “Tecla Windows + C”. A coluna da direita deve trazer algumas opções, incluindo o item “Configurações”. Clique nele e, em seguida, na alternativa “Painel de Controle”.

Windows 8: como mudar a região da Windows Store para outro país [vídeo]

2. Troque a região do seu sistema operacional

Agora, chegou a hora de você alterar a região do seu sistema operacional. Dentro do Painel de Controle, acesse “Relógio, Idioma e Região”. Em seguida, na tela apresentada, escolha a opção “Alterar local”, logo abaixo de “Região”.

Windows 8: como mudar a região da Windows Store para outro país [vídeo]

Feito isso, uma nova janela é aberta. Nela, encontre o campo “Localização inicial” e selecione a alternativa “Estados Unidos” — ou o país que você preferir. A loja norte-americana é a mais completa atualmente, por isso sugerimos essa localidade. Assim, por exemplo, você deixa de ter à sua disposição os cerca de 50 jogo da Windows Store brasileira, para ter acesso a mais de 1.000 games da loja dos EUA. Para confirmar a modificação, pressione os botões “Aplicar” e, na sequência, “OK”.

Windows 8: como mudar a região da Windows Store para outro país [vídeo]


3. Evitando a preferência de idioma


O terceiro passo que você deve realizar é mudar a preferência do Windows 8 que usa o idioma-padrão adotado pelo sistema para delimitar os aplicativos exibidos na sua loja virtual. Para fazer isso, você deve acessar a Windows Store e posicionar o cursor do mouse no canto superior ou inferior direito da tela para que a barra de opções seja exibida.
Assim como no procedimento para acessar o Painel de Controle, você precisa clicar no item “Configurações” apresentado por essa coluna. Nas opções secundárias mostradas, selecione a alternativa “Preferências”.

Windows 8: como mudar a região da Windows Store para outro país [vídeo]


Ao fazer isso, você se depara com uma nova tela, a qual reúne algumas configurações da loja de aplicativos do SO. Certifique-se de que a opção “Tornar mais fácil encontrar aplicativos em meus idiomas preferidos” esteja configurada como “Não”. É indicado que você reinicie o computador para assegurar que as modificações entrem em vigor.

Windows 8: como mudar a região da Windows Store para outro país [vídeo]


4. Acessando a loja de outro país


Depois de trocar a região do seu sistema operacional, clique em Loja na Tela Inicial do Windows 8 e aguarde até que ele prepare o acesso. Pronto, a Windows Store do seu PC já foi alterada para a versão norte-americana e você passa a ter uma maior variedade de softwares à sua disposição.

Quais são as vantagens disso?

Para você que procura se acostumar com a plataforma, a loja americana tem aplicativos como o Facebook Touch, aplicativo nato do Facebook. Vale a pena testar, até mesmo porque muitos aplicativos, como o Facebook Touch por exemplo, possuem uma versão totalmente em português.

Fonte: Tecmundo

Photoshop criando fotografias surreais

O Photoshop é o programa mais utilizado em todo o mundo para edições de fotos. Com boas fotos e domínio sobre o programa, é possível criar qualquer imagem.

Martín de Pasquale, design gráfico, é especialista em criar imagens com o Photoshop a partir de fotografias bem planejadas. Antes de bater qualquer foto, Martín estuda o ambiente, luzes, e toda a composição de suas imagens. O resultado de tanto trabalho você encontra na galeria abaixo:

Tocando Bateria (literalmente).
Fotos separadas, com as pilhas em macro, mantendo os mesmos tons de luzes e cores.

Um cachorro gigante. Eu sei que você também quer um.

Desta vez, Martín é o gigante.


Várias fotos, aproveitando a luz ambiente.








Gostou do trabalho do Martín? Visite o seu Facebook. No álbum do designer existem outras fotos incríveis.

Ficou com vontade de criar imagens iguais? Que tal fazer um curso de Designer ou Fotografia Digital com a Hands On? Você aprenderá a tirar o máximo proveito de sua câmera e do ambiente, e é claro, aprenderá a criar imagens tão surreais quanto às do Martín. Clique aqui, para mais informações.
4 de dezembro de 2012

Mesas inteligentes podem ser o futuro da educação nas salas de aula

Cientistas britânicos trabalham em carteiras multitoque para ajudar alunos a aprender mais rapidamente.

Crianças utilizando as mesas inteligentes
(Fonte da imagem: 
Reprodução/Gizmag)

Cientistas britânicos trabalham no que seria a carteira escolar do futuro. Trata-se de uma mesa com suporte à multitoque, algo muito semelhante ao “antigo” Surface, aquele projeto anterior ao tablet da Microsoft – e que era uma mesa inteligente desenvolvida pela companhia.

As novas carteiras trariam essas telas capazes de suportar vários alunos trabalhando ao mesmo tempo, permitindo uma integração melhor na hora de se realizar tarefas em equipe, por exemplo. Além disso, segundo os pesquisadores, existem vários outros benefícios.

Os cientistas falam que a ideia é encorajar o aprendizado, fazendo com que os estudantes sejam mais participativos, trabalhem mais em equipe e colaborem entre si. Com isso, haveria uma atitude diferente das crianças, algo capaz de estimulá-las a aprender mais ativamente em vez de ficarem em uma atitude passiva assistindo a uma aula tradicional.

De acordo com eles, a assimilação de conteúdo por parte das crianças acontece de forma muito melhor nesses equipamentos, principalmente nos exercícios de matemática e outras matérias que envolvem cálculos diversos. Nos testes aplicados pelos cientistas, cerca de 45% dos alunos que utilizaram as mesas inteligentes conseguiram resolver mais exercícios da matéria, como elaborar mais rapidamente algumas expressões matemáticas.

Fonte: Tecmundo
27 de novembro de 2012

[Tutorial] Aprenda a melhorar a memória RAM de seu computador

Se seu computador costuma ficar lento após algum tempo de uso, pode ser que a quantidade de memória instalada não esteja dando conta do recado. Mas antes de partir para o upgrade, que tal experimentar alguns aplicativos para otimizar a memória RAM do seu computador? Confira abaixo algumas soluções totalmente gratuitas.




O Wise Memory Optimizer consiste em um aplicativo bastante simples e fácil de usar. Com um simples clique, o programa finaliza processos inúteis e libera RAM para ser usada por outros programas. Ele possui a opção de realizar otimização automática quando o CPU está ocioso e suporte ao idioma português do Brasil. Outra vantagem do Wise Memory Optimizer é que não é necessário instalá-lo. Basta baixar, extrair e executar.
Wise Memory Optimizer (Foto: Reprodução/Helito Bijora)Wise Memory Optimizer (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
O RAMRush também traz um pequeno indicador de memória utilizada e do processador, com o diferencial de exibir o histórico em forma de gráfico. A janelinha é exibida ao passar o cursor do mouse sobre o ícone do aplicativo na barra do sistema, mas é possível fazer com que a janela se sobreponha às outras e seja exibida sempre. Outro ponto forte do aplicativo é o atalho no teclado (Ctrl + Alt + O por padrão, mas pode ser alterado), que otimiza a memória RAM do computador quando pressionado.
RAMRush (Foto: Reprodução/Helito Bijora)RAMRush (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
O CleanMem funciona basicamente através dos comandos no menu de contexto no ícone que exibe logo ao lado do relógio. O aplicativo também conta com um pequeno e discreto indicador que monitora e detalha a quantidade de memória utilizada/livre. Tudo isso em tempo real.
CleanMem (Foto: Reprodução/Helito Bijora)CleanMem (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Assim como o primeiro aplicativo, o Extra RAM possui uma interface bastante simples de usar. Dos poucos botões que compõem a tela principal, o primeiro serve para otimizar a memória RAM, seguido pelo botão que dá acesso às configurações do programa. Também há a possibilidade de minimizar o software para a bandeja do sistema, onde o Extra RAM pode funcionar normalmente sem atrapalhar seu trabalho.
Extra RAM (Foto: Reprodução/Helito Bijora)Extra RAM (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Embora possua uma interface ultrapassada, o Minimem é compatível com Windows 8 e cumpre sua função principal: melhorar a memória RAM do computador. Ao contrário dos outros aplicativos, ele permite que o usuário escolha quais processos otimizar. Dessa forma, você pode usá-lo sem medo de comprometer a performance de programas pesados que estão em execução no momento da otimização.
Minimem (Foto: Reprodução/Helito Bijora)Minimem (Foto: Reprodução/Helito Bijora)
Embora tenhamos apresentado vários aplicativos para otimizar a memória RAM do computador, nosso objetivo é apenas mostrar a diversidade de soluções disponíveis. Não use todos ao mesmo tempo. Além de possuírem a mesma função e resultados similares, isso poderia sobrecarregar ainda mais a memória RAM do seu computador e trazer um efeito contrário ao esperado. Recomendamos que você teste cada um deles e eleja o seu favorito para usar no dia a dia.

Fonte: TecTudo
21 de novembro de 2012

Palestra: Planejamento e Organização do Tempo em Blumenau


20 de novembro de 2012

2.496 cidades brasileiras ainda não têm conexão 3G


A internet em 3G passa por uma boa fase no Brasil: ela já está devidamente popularizada com a venda de smartphones e fez as operadoras se esforçarem para levá-la a todos os cantos do país. A meta anual estipulada pela Anatel foi batida, mas apenas 86,9% do território nacional conta com o serviço.

Os dados são do portal Teleco, que confirma que a operadora Vivo é a mais ativa na área até o mês de outubro: 2.876 municípios, a maior cobertura do Brasil. Em seguida, a Claro surge com 1.061 cidades – e a promessa de aumentar esse número e a velocidade da conexão.
TIM e Oi, com 587 e 455 cidades cobertas, respectivamente, são as lanternas da pesquisa. A pesquisa ainda forneceu outras informações interessantes sobre a cobertura:

  • o 3G está presente em 3.075 municípios, mas está ausente de 2.496;
  • 1.952 cidades têm apenas uma operadora ativa;
  • as quatro empresas concorrem apenas em 242 municípios;
  • as regiões com menor cobertura são Norte e Nordeste, com 39,51% e 31,06% do território com 3G, respectivamente.

As operadoras Sercomtel e CTBC também oferecem serviços 3G, mas apenas para alguns estados brasileiros. Os dados da pesquisa são fornecidos pelas próprias operadoras mensalmente.

Fonte: TecMundo
13 de novembro de 2012

A velocidade média da Banda Larga no Brasil pelo menos é maior que a da África

E eu aqui, ficando todo feliz e pimpão quando consegue baixar o ultimo episódio de "The Walking Dead" à 200 Kbps?

Abaixo segue uma reportagem do site "Meio Bit" que mostra um dado um tanto quanto vergonhoso para o país que será sede da Copa do Mundo. A nossa internet é ruim, uma das piores do mundo e o pior, uma das mais caras.

Em que pese o claro desenvolvimento dos acessos de banda larga fixa no Brasil, tanto na questão da quantidade de residências quanto na velocidade do acesso em si, ainda estamos no paleolítico digital. Isso é, segundo o Akamai. O relatório do estado da internet no segundo quarto de 2012 mostrou que a velocidade média das conexões feitas no Brasil é de 2.1Mbps. Os picos de conexão no Brasil chegam a uma média de 14,9Mbps. Parece muito? Vamos comparar um pouco com o pico médio de outros países:
  • Chile: 19,5Mbps
  • Equador: 15,2Mbps
  • EUA: 27,1Mbps
  • Canadá: 25,2Mbps
  • Japão: 40,5Mbps
  • Romênia: 38,6Mbps
Numa escala mundial, ficamos à frente dos países africanos (uau!) e zonas de guerra como Oriente Médio. Na América do Sul ficamos atrás de Equador e Chile. Nós estamos abaixo da média mundial, onde a velocidade de pico de conexão é de 16,1Mbps. Não é surpresa nenhuma para mim. Quando partimos pra velocidade média das conexões, temos nossos fantásticos 2,1Mb. Isso é 5x menos que o Japão e 7x menos que a Coréia do Sul. Outro dado interessante: o pico médio de conexão na Coréia do Sul em 2007 era de 25Mbps. O Brasil, cinco anos depois não bateu nos 15. Como disse Rob Gordon, “isso é normal. Se o governo consegue chamar de Classe Média quem ganha R$300,00 por mês, consegue chamar 300Kbps de banda larga”. Faz sentido.
O Brasil tem seríssimos problemas de infraestrutura, o mais recente apagão mostrou isso. Nossas distâncias enormes também são um fator dificultador. Mas como disse Spock certa vez, “Ema, ema, ema, cada um com seus pobrema”. Outro dado importante é que apenas 0,5% dos acessos feitos no Brasil medidos pelo Akamai são maiores que 10Mbps. O cenário não é muito animador no momento. Até mesmo em São Paulo, maior cidade do país o problema é grave. Perdi a conta do número de amigos que moram lá e sofrem com a banda larga local. Muitos não conseguem acessos maiores que 2Mbps, outros penam com as quedas e falhas no serviço.
Mais informações aqui.
PS: A Coréia do Sul não tem a banda larga mais rápida do mundo. Esse título na última medição ficou com Hong Kong. Chong Li curtiu isso.
12 de novembro de 2012

Internet Explorer 10 é o navegador mais rápido para Windows 8, segundo consultoria

O Internet Explorer 10 é o navegador mais rápido para ser usado no Windows 8, de acordo com testes feitos pela New Relic, que concluíram que o browser da Microsoft é o que tem a melhor resposta na plataforma da empresa.

Após testes envolvendo acesso a mais de 40 bilhões de páginas na internet, a New Relic também afirma que o IE9 é o segundo melhor navegador para Windows, seguido pelo Firefox 15, Safari 5 e Chrome 21.

No Mac OS, por outro lado, o navegador do Google foi apontado como o mais rápido. A versão 19 aparece em primeiro, seguida pela 21, 22, 20 e 18.

O Chrome foi apontado como o navegador mais rápido no geral com a sua versão 19 para Linux, que é mais rápida que a para Mac. O IE 10 para Windows é apenas o oitavo browser mais rápido entre todos os disponíveis para laptops e desktops.

Nas plataformas móveis, o Opera Mini é, no geral, o mais rápido, com oito das primeiras dez posições. Mas o primeiro colocado geral é o BlackBerry 5, que tem uma ampla vantagem em relação ao segundo colocado.

O infográfico abaixo também mostra quais são os browsers mais populares em cada sistema operacional. O Chrome é o mais usado em Windows, enquanto o Safari é o preferido dos usuários de Mac. Observe o infográfico, clicando aqui.


Fonte: Olhar Digital
9 de novembro de 2012

Seminário de Feedback com inscrições abertas

Voltado a quem deseja aprimorar suas habilidades de liderança de pessoas, o Seminário de Feedback será realizado em Indaial no dia 13 de novembro, está com inscrições abertas. Informações na imagem abaixo:

6 de novembro de 2012

[Tutorial] Como comprar e instalar o Windows 8


Windows 8: como fazer para comprar e instalar a versão de atualização
Depois de algum tempo tendo a versão de testes rodando gratuitamente nas máquinas ao redor do mundo, o Windows 8 finalmente foi finalizado e lançado pela Microsoft. Além das novidades na interface e nas funcionalidades, o novo sistema operacional também chama a atenção pela facilidade na sua instalação.
Com a ajuda de um assistente de atualização, você pode ter o SO na sua máquina sem ter que sair de casa. Ainda assim, o número de pessoas com receio de fazer o upgrade para o Windows 8 é grande.


Primeiro passo


Antes de começar, é necessário fazer o download do "Assistente de Atualização do Windows 8", uma ferramenta da própria Microsoft, para facilitar o upgrade do sistema. Esse assistente pode ser baixado pelo site da Microsoft.

Acesse esse link: http://windows.microsoft.com/pt-BR/windows-8/upgrade-to-windows-8


O passo a passo

Depois de baixar o Assistente de Atualização do Windows 8, execute o aplicativo a partir da máquina na qual você deseja instalar o novo sistema operacional da Microsoft. O primeiro passo do assistente é verificar se a sua máquina é compatível com o Windows 8. Para isso, uma análise completa de hardware e software é realizada.
Ao final do processo, o resultado é mostrado na tela, indicando quantos itens são compatíveis e quantos não. Para verificar os dispositivos ou softwares que não passaram na análise do assistente, clique na opção “Ver detalhes de compatibilidade”.

Windows 8: como fazer para comprar e instalar a versão de atualização

Na lista exibida, aparecem todos os itens que precisam ser revistos ou removidos da máquina antes de dar continuidade ao processo de instalação do Windows 8. É importante desinstalar qualquer aplicação apontada como incompatível pelo assistente. Assim, você não tem nenhum tipo de surpresa durante a atualização do sistema.


Mantendo seus arquivos

Depois de resolver as pendências de compatibilidade de softwares e dispositivos, você pode escolher se deseja manter algum arquivo armazenado no computador ou se todo o conteúdo do disco rígido deve ser removido quando o novo sistema operacional for instalado.

Windows 8: como fazer para comprar e instalar a versão de atualização

Para manter os itens no disco rígido, é possível escolher a opção “Configurações do Windows, arquivos pessoais e aplicativos” ou a “Apenas arquivos pessoais”. Como você já deve ter deduzido, o primeiro item salva configurações do sistema, aplicativos (e suas personalizações) e os documentos pessoais. Já a segunda opção mantém apenas o conteúdo presente nas bibliotecas de imagens, vídeos e documentos do SO.
Selecionando a opção “Nada”, qualquer arquivo armazenado no disco rígido será removido durante o processo de instalação. Depois de fazer a sua escolha, basta clicar em “Avançar” para dar sequência à atividade.

Pronto para os negócios


A etapa seguinte na atualização para o Windows 8 é comprar a licença. Para isso, clique no botão “Solicitar”, presente logo abaixo do preço do produto. Na tela que aparecer, escolha a forma de pagamento, que pode ser via cartão de crédito ou PayPal. Clique em “Avançar”.

Windows 8: como fazer para comprar e instalar a versão de atualização

O próximo passo consiste no preenchimento do endereço de cobrança. Todas as informações inseridas no cadastro devem ser válidas, do contrário o processo será interrompido. Dependendo da escolha feita na forma de pagamento, diferentes dados serão solicitadas a você. No caso do cartão de crédito, é preciso inserir nome do titular, número do cartão, código de segurança e data de validade.

Windows 8: como fazer para comprar e instalar a versão de atualização

Ao clicar em “Avançar”, a janela de confirmação do seu pedido será mostrada. Caso esteja tudo correto, selecione a opção “Aplicar”, presente ao lado do campo “Código promocional”, e depois clique em “Comprar”.

Windows 8: como fazer para comprar e instalar a versão de atualização

Chave, download e modo de instalação

Depois que o pedido for confirmado, a chave de ativação do Windows 8 será exibida na tela. Certifique-se de anotar o código em um lugar seguro e que possa ser acessado durante o processo de instalação do sistema.

Windows 8: como fazer para comprar e instalar a versão de atualização

Clique em “Avançar” para baixar o sistema operacional. A etapa de download pode demorar bastante dependendo da velocidade da sua conexão. Enquanto os arquivos são transferidos, é possível utilizar o computador normalmente.
Ao final do download, o assistente permite que você escolha como o Windows 8 será instalado. É possível iniciar a instalação imediatamente e sem formatar o disco rígido. Para isso, basta marcar a opção “Instalar agora”. O item “Instalar criando mídia” possibilita a criação de uma mídia (DVD ou pendrive) com o conteúdo baixado. Dessa forma, você pode formatar a máquina e instalar o Windows 8 do zero no PC.

Windows 8: como fazer para comprar e instalar a versão de atualização

Se você deseja instalar o Windows 8 sem formatar a máquina, mas não pode realizar o processo no momento, é possível escolher a opção “Instalar depois da área de trabalho”. Com isso, a instalação do sistema pode ser feita mais tarde. Basta executar o arquivo adicionado à Área de trabalho do seu computador.


Fonte: TecMundo

Microsoft abandonará Windows Live Messenger (MSN) em favor ao Skype

Que o "Windows Live Messenger" (MSN) já não é mais a mesma coisa, todo mundo já sabe. Apesar de no Brasil ainda existir uma grande base de usuários para o programa de mensagens instantâneas da Microsoft, no mundo a história é diferente. O programa perdeu grande parte da parcela de usuários para concorrentes como "Facebook", "Google Talk" e até mesmo o "Skype" (da própria Microsoft).

Segundo o site "The Verge", nos próximos dias a Microsoft deverá anunciar o desligamento do "Windows Live Messenger". Atualmente, parte da equipe de desenvolvimento do mensageiro já está sendo transferida para a equipe do "Skype", e deverão colaborar com melhoras para o mesmo.

O "Skype" é um dos mensageiros mais famosos da atualidade, possibilitando que os usuários conversem via mensagens, vídeo conferências, e até mesmo através de ligações por telefone. Em maio de 2011 o "Skype" foi comprado pela Microsoft, e desde então o encerramento das atividades do "Windows Live Messenger" já era aguardado.
5 de novembro de 2012

Anatel exige 20% da velocidade da internet a partir de hoje

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) passa a exigir a partir desta quinta-feira que as empresas entreguem, no mínimo, 20% da velocidade contratada pelos usuários de internet.
A Anatel indica o site Brasil Banda Larga para que os clientes façam testes do serviço que contrataram e vejam se estão recebendo a velocidade exigida.
A ação faz parte de uma ofensiva da agência para melhorar a qualidade dos serviços de banda larga no país.
Além de aumentar a exigência, a Anatel está realizando um mapeamento da qualidade da banda larga em todo o Brasil.
As medições permitirão a avaliação das prestadoras com mais de 50 mil acessos. São elas: OI, NET, Vivo, GVT, CTBC, Embratel, Sercomtel e Cabo Telecom.
Na segunda-feira (29), a agência começou a enviar os aparelhos para medição da qualidade da banda larga fixa para usuários de Goiás, Distrito Federal, Pernambuco, Ceará, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.
Os primeiros a receber os equipamentos --batizados de whitebox-- foram os voluntários do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Minas Gerais, Estados com o maior número de inscritos no programa que já realizaram o teste de velocidade.
Com as medições, a Anatel reunirá informações para a adoção de medidas que permitam a progressiva melhoria do serviço. Ainda há necessidade de voluntários em todos os Estados.
Quem não for escolhido agora poderá ser sorteado em uma próxima etapa do projeto, já que, anualmente, haverá renovação de 25% da base de voluntários.

Para participar do projeto, o voluntário deve se inscrever no site Brasil Banda Larga.
Em seguida, deve fazer o teste de velocidade da conexão, conforme as orientações encaminhadas, por e-mail, pela entidade aferidora da qualidade.
De acordo com a Anatel, é fundamental que o teste seja realizado a partir de um computador ligado à internet por meio da conexão informada durante a inscrição.
Os usuários que cumprirem essa etapa e aceitarem os termos e condições do projeto participam de sorteio para a escolha dos voluntários que receberão o whitebox.
Caso não receba e-mail com link para o teste de velocidade, o usuário deve verificar sua caixa de spam ou entrar em contato com a EAQ pelo endereço suporte@brasilbandalarga.com.br.
Os selecionados para participar do programa não terão qualquer ônus para a instalação dos equipamentos e não serão remunerados pelo serviço.
Uma vez instalado, basta ligar o equipamento de medição ao modem ou ao roteador e deixá-lo funcionando.
Segundo a Anatel, o equipamento não coleta qualquer informação pessoal, nem interfere ou monitora a navegação do usuário.
Além de colaborar para a aferição da qualidade da banda larga, cada voluntário receberá relatório mensal com dados relativos à qualidade do serviço em sua residência ou empresa.

Fonte: Folha de São Paulo
1 de novembro de 2012

Veja a época em que 1 TB equivalia ao tamanho de uma geladeira


Veja a época em que 1 TB equivalia ao tamanho de uma geladeiraIBM RAMAC 350, o primeiro disco rígido do mundo (Fonte da imagem: Reprodução/RAMAC Restoration Website)
Hoje em dia, armazenamento de dados é certamente o menor de seus problemas no que diz respeito a sua vida digital. Além de poder apelar para servidores na nuvem como o Dropbox ou Google Drive, você pode perfeitamente andar por aí com 128 GB no seu bolso – em um pendrive – ou até mesmo 1 TB em sua mochila – em discos rígidos externos.
Porém, as coisas nem sempre funcionaram assim. Acredite ou não, houve uma época que caso você quisesse ter 1 TB em arquivos no seu computador, você precisaria, no mínimo, reservar boa parte do seu quarto para acomodar o HD. Mobilidade? Nem pensar, a menos que você tivesse plenas condições de utilizar um caminhão ou carreta para transportar toneladas de discos amontoados.
Veja abaixo alguns “antecessores” dos HDs que conhecemos hoje e confirme que nós não estamos exagerando.
Veja a época em que 1 TB equivalia ao tamanho de uma geladeira 
(Fonte da imagem: Reprodução/Pingdon)

IBM RAMAC 350

O grandão da foto acima é o IBM Model 350, o primeiro disco rígido do mundo, apresentado em 1956. Ele era composto por nada menos do que 50 discos de 61 cm cada um. Juntos, esses discos podiam armazenar cerca de 4,4 MB de arquivos, e a velocidade de transferência era de apenas 8,8 mil caracteres por segundo.
Como é possível notar, o transporte desse aparelho desengonçado não era nada fácil, assim como seu acomodamento. Imagina quantos desses seriam necessários para guardar todos os seus arquivos?
Veja a época em que 1 TB equivalia ao tamanho de uma geladeira (
Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Foundation)

Dysan Removable Disk Pack

Um pouco menor, mas ainda longe do que estamos acostumados, o Dysan Removable Disk Pack (1970) trazia 11 discos de 35,5 cm cada e conseguia armazenar um total de 200 MB. Isso quer dizer que, para completar 1 GB, seriam necessários pelo menos sete unidades deste disco.
E sim, você está fazendo as contas certas: como 1 TB equivale a 1024 GB, você precisaria de 7168 unidades do Dysan para armazenar todas aquelas fotos, músicas, vídeos e jogos que estão aí no seu PC. Pensando bem, um cômodo ainda é pouco espaço, não concorda?

IBM 3380

Veja a época em que 1 TB equivalia ao tamanho de uma geladeira 
(Fonte da imagem: Reprodução/IBM Archives)
Já o aparelho mostrado na imagem acima é o IBM 3380, o primeiro HD com armazenamento em gigabytes da história, lançado em 1980. Esse “monstro” tinha o tamanho de uma geladeira, pesava aproximadamente 250 kg, custava US$ 40 mil e armazenava 2,52 GB.
Fazendo as contas, podemos concluir que seriam precisos “apenas” 407 unidades do IBM 3380 para atingirmos 1 TB (1024 GB), provavelmente sendo necessário um enorme salão para acomodar tudo isso. Melhor nem pensar muito no preço final de toda essa compra...
.....
Após voltar no tempo e ver como era difícil armazenar meros 200 MB, é fácil parar de reclamar do peso daquele HD portátil na mochila, não é mesmo?

Fonte: Tecmundo
23 de outubro de 2012

Promoção Especial para professores no mês de outubro

Parabéns professor pelo seu dia! Você tem em suas mãos o poder de transformar o mundo. No mês de outubro professor tem desconto especial na Hands On. Confira!



11 de outubro de 2012

Brasil perde oportunidades por falta de domínio do inglês, diz especialista



"Para coordenadora da PUC, fluência no idioma só se adquire com o tempo."

Apesar de o número de pessoas estudando inglês no Brasil ter crescido, o domínio do idioma ainda deixa a desejar, segundo especialistas e pesquisas na área. "Várias oportunidades foram perdidas pelo Brasil por falta de profissionais com
domínio do inglês", afirma Rone Costa, gerente de desenvolvimento da Cambridge ESOL Examinations no Brasil. "Eram empresas que tinham projetos no país, mas acabaram optando pela Costa Rica e Argentina para levar projetos para lá por falta de mão-de-obra qualificada."

Em se tratando de fluência, o Brasil atualmente perde para cinco países da América Latina no índice mundial de proficiência em inglês feito pela Education First (EF). Entre 2007 e 2009, mais de 2 milhões de estudantes de inglês de 44 países foram avaliados, e os brasileiros ficaram na 31ª posição, no limite entre as categorias "proficiência baixa" e "proficiência muito baixa". O Brasil perdeu para Argentina, México, Costa Rica, Guatemala e El Salvador, além de Malásia e Arábia Saudita.

A educação em geral vem ocupando cada vez mais espaço no orçamento das famílias. De acordo com a pesquisa do Programa de Administração de Varejo da Fundação Instituto de Administração (FIA), as intenções de gastos da classe C paulista com educação, no segundo trimestre deste ano, foi de 21,8% da renda familiar. A porcentagem superou todos os outros gastos, inclusive a alimentação.

  • Atendimento aos estrangeiros
Além da inclusão recente de parte da sociedade a serviços antes oferecidos para uma minoria, a Copa do Mundo em 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 fizeram do Brasil um palco de eventos internacionais. O mercado de turismo, porém, se deparou com profissionais sem capacitação para receber a quantidade de estrangeiros que deve desembarcar no país nos próximos anos.

  • Tendências
O futuro do ensino de idiomas tende a ser cada vez mais personalizado às necessidades específicas de cada alunos, segundo um estudo da Fundação Internacional para Pesquisa sobre o Ensino de Língua Inglesa (Tirf, na sigla em inglês) divulgado na última quarta-feira (11) no Centro Brasileiro Britânico, em São Paulo.

Os dados da pesquisa, levantados em 20 países, inclusive no Brasil, apontam para a "crescente especificação e personalização no ensino de inglês", além do uso de recursos multimídia e ferramentas on-line para complementar o aprendizado e da integração da formação linguística e profissional, no caso de trabalhadores imigrantes.

A disciplina de língua estrangeira já é obrigatória em todas as escolas brasileiras que oferecem a partir do quinto ano do fundamental desde 1996. A diferença das aulas de inglês dadas atualmente nas 69.381 escolas que optaram por oferecer o inglês como língua estrangeira (ou 47,4% do total de 146.241 escolas, segundo o Censo da Educação Básica) é, de acordo com a coordenadora da PUC, fazer com que a aprendizagem não sirva apenas para passar no vestibular, mas" para fazer algo de comunicação real com a língua inglesa".

Fonte: g1.globo.com
5 de outubro de 2012

Siga por Email

Postagens Populares

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Blog da Hands On Formação Profissional -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -