Archive for Agosto 2013

Por que as letras no teclado não seguem a ordem alfabética?

Acredite se quiser, mas o teclado que usamos hoje - conhecido como QWERTY (por causa das seis primeiras letras na fileira superior, na mão esquerda) - foi escolhido por tornar a digitação mais lenta. Isso aconteceu porque as primeiras máquinas, de tecnologia rudimentar, travavam os tipos quando a datilografia era muito rápida. Quando o impressor americano Christopher Latham Sholes (1819-1890) inventou a máquina de escrever, em 1868, tentou ordenar as letras em ordem alfabética - como acontece na segunda fileira, onde temos uma seqüência quase completa: DFGHJKL. As mudanças de posição foram feitas para forçar o datilógrafo a bater as teclas numa velocidade adequada, sem embaralhar os tipos. Por isso, o E e o I, duas das letras mais freqüentes na língua inglesa, foram retiradas da segunda fileira, a mais acessível. A letra A, outra das mais comuns, ficou relegada ao dedo mínimo esquerdo, o menos hábil de todos.

Em 1932, depois de 20 anos de estudo, August Dvorak, também americano, criou o teclado que leva o seu nome, extremamente eficiente para língua inglesa: 3 000 palavras podem ser escritas com as letras da fileira principal (contra 50 no teclado QWERTY) e a mão direita é a mais usada. Alguns fabricantes chegaram a realizar competições entre os dois teclados para determinar qual era o melhor. Infelizmente, o datilógrafo que usou o QWERTY havia memorizado o teclado inteiro, enquanto o outro ainda catava milho. Por conta disso, o QWERTY acabou se tornando padrão industrial e assim permanece até hoje.



Fonte: Abril 

20 de agosto de 2013

Confirmado: Windows 8.1 será lançado no dia 18 de outubro

A Microsoft confirmou nesta quarta-feira (14) que o Windows 8.1 será lançado oficialmente no dia 18 de outubro deste ano. O primeiro país a receber a atualização vai ser a Nova Zelândia, no qual o software vai ser disponibilizado a partir da hora zero do dia programado — o que tecnicamente faz com ainda seja dia 17 em países como os Estados Unidos e o Brasil devido a diferenças de fuso horário.

Após essa data, todos os produtos que anteriormente vinham com o Windows 8 instalado já vão acompanhar a nova versão do sistema operacional de fábrica. Ao que tudo indica, a atualização também deve marcar o lançamento de uma nova leva de produtos, que devem incluir tablets com telas de 7 e 8 polegadas feitos especificamente com a plataforma em mente.

Fabricantes de PC devem começar a receber a versão final do sistema operacional ainda este mês. Expectativas iniciais da Microsoft previam que a atualização seria lançada até o final de agosto, algo que foi deixado de lado para permitir que empresas terceirizadas e fabricantes de software trabalhassem em drivers adequados e fizessem seus próprios testes.

Fontes: Microsoft, TecMundo

15 de agosto de 2013

Brasil chega a 76 milhões de usuários no Facebook, mais da metade acessa de celular

Mais da metade dos usuários do Facebook no Brasil, no México e na Argentina usam celulares e tablets para acessar a rede social, disse a empresa norte-americana, que aposta cada vez mais na monetização das plataformas móveis.


Segundo estatísticas do Facebook, o Brasil era o principal mercado latino-americano, com 76 milhões de usuários ativos mensais em 30 de junho, e 57,9% deles se conectava tanto a partir de computadores como por dispositivos móveis.

O último dado que a empresa havia liberado era de março, quando havia 67 milhões de usuários (crescimento de 13,4% em três meses). Segundo dados de julho da Anatel, há 77,4 milhões de usuários de internet no celular no Brasil. O país é seguido pelo México, com 47 milhões de usuários mensais, sendo que 74,5% deles conectados também por celulares e tablets. A Argentina tinha 22 milhões de acessos, dos quais 59,1% a partir de dispositivos móveis.

"Esses números têm uma força muito grande em termos de marketing", disse o vice-presidente do Facebook para a América Latina, Alexandre Hohagen. "Queremos conscientizar as empresas de que existe uma oportunidade incrível".

E os números sugerem que a América Latina, com cerca de 200 milhões de usuários ou 18% da base global, é uma região de acelerado crescimento para a companhia de Menlo Park, Califórnia.Esta é a primeira vez que o Facebook divulga cifras de usuários, em um esforço para ajudar os anunciantes a compreender melhor o alcance de sua plataforma e competir mais de frente com a televisão.

Todos os dias, 61,4% dos usuários ativos mensais nos três maiores mercados da região conectam-se à rede social. Isso representa uma audiência de 47 milhões de brasileiros, 28 milhões de mexicanos e 14 milhões de argentinos. "A porcentagem é significativamente mais alta que a média dos outros países", disse Hohagen.

"Em termos de construção de marca para nossos clientes, isso tem uma relevância enorme", completou. "Não há outro meio que tenha essa capacidade de chegar a tanta gente em um só dia". 

Segundo dados divulgados, os Estados Unidos têm 179 milhões de usuários ativos mensais e 128 milhões diários. Os números mostram também que a Índia tirou o lugar do Brasil como segundo maior usuário global do Facebook, com 82 milhões, mas apenas 34 milhões se conectam diariamente.

DISPOSITIVOS MÓVEIS

O Facebook registrou um forte aumento de seu lucro no segundo trimestre, graças à venda de publicidade em suas aplicações para dispositivos móveis.

Os resultados acalmaram o temor dos investidores de que o Facebook não soubesse como monetizar sua base de 1,15 bilhão de usuários, um drama típico das empresas de internet.

Hohagen disse que o horizonte para a publicidade móvel do Facebook é imenso também na América Latina. A região tem menor penetração de internet que outros mercados mais saturados como Estados Unidos e Europa, a classe média emergente compra cada vez mais smartphones e ainda há espaço para que caia o custo dos planos de dados. "As empresas começam a entender a importância das plataformas móveis para suas marcas", disse o executivo.

Além disso, as vendas de smartphones ou telefones avançados nos quais o Facebook baseia sua estratégia comercial, crescem sem parar. Neste ano, 42,5% dos 188 milhões de celulares comercializados na América Latina serão smartphones, segundo a empresa de inteligência de mercado IDC. E em 2014, superarão pela primeira vez os telefones celulares convencionais.

14 de agosto de 2013

Siga por Email

Postagens Populares

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Blog da Hands On Formação Profissional -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -