Archive for Julho 2016

Pokémon Go é o game de maior sucesso nos EUA e deve ser lançado no Brasil até setembro





Nem o mais otimista dos economistas poderia prever o suecesso que o Pokémon Go, novo jogo de realidade aumentada da Nintendo, faria quando foi lançado no início do mês nos Estados Unidos. Em menos de um mês, o jogo conseguiu superar o número de downloads de aplicativos já consolidados, como o Instagram e o Whatsapp.

O sucesso do Pokémon Go não trouxe apenas lucros exorbitantes para a empresa, que desde 2006 com o Wii buscava emplacar um novo sucesso global, muitas vezes sem sucesso. Desde o lançamento do Pokémon Go as ações da Nintendo quase dobraram, alcançando o maior valor já sentido desde 2010.


Em entrevista recente no Japão, o CEO da Niantic disse que a disponibilidade global de Pokémon Go deverá seguir os mesmos passos do Ingress, outro jogo de realidade aumentada criado quando a empresa ainda fazia parte do Google. Na época, o game levou entre um e dois meses para sair do lançamento inicial e alcançar todo o planeta.

Isso significa que o game poderá desembarcar na América Latina e no Brasil só no fim de agosto ou começo de setembro, depois de ser lançado no Japão, Coreia do Sul e em toda a Europa. Caso a previsão se confirme, Pokémon Go ainda não funcionará no país no período dos Jogos Olímpicos, apesar dos apelos do prefeito do Rio de Janeiro.

Mesmo com a declaração da desenvolvedora, ainda não se sabe ao certo a data em que  Pokémon Go poderá chegar ao Brasil. Para ajudar a diminuir a ansiedade, a dica é usar o site Is Pokémon Go Available Yet, que mostra onde o jogo já funciona e ainda permite programar um alerta para quando, finalmente, ele aterrissar no país.

Fontes: Forbes Brasil e Tudo Celular


Adeus produtividade! E a culpa é do smartphone!

O CareerBuilder é um site que, como diz o nome, ajuda os usuários na busca por um emprego. Por isso, nada melhor que realizar uma pesquisa para alertar quais são as armadilhas que o mundo oferece e que colocam a sua produtividade em risco. Qual é a sua surpresa ao descobrir que o principal culpado é o smartphone?

A pesquisa do CareerBuilder foi realizada com mais de 3 mil profissionais e 2 mil executivos de Recursos Humanos nos Estados Unidos. Nela, foi descoberto um 1 em 5 empregadores (19%) pensam que os empregados são produtivos durante, no máximo, cinco horas da jornada de trabalho. Os culpados por isso, segundo mais de metade deles (55%), são os smartphones.



"Enquanto nós precisamos ficar conectados com nossos dispositivos para o trabalho, também estamos a um clique de distância das distrações de nossas vidas pessoas, como mídias sociais e outros apps", comentou Rosemary Haefner, chefe de RH no Carrer Builder. "O dilema da conectividade não é necessariamente uma coisa ruim, mas precisa ser manuseado com cuidado. Precisar possuir um diálogo aberto com funcionários sobre as distrações tecnológicas. Reconhecer a existência e discutir desafios/soluções para manter a produtividade alta", explicou.

Outros dados da pesquisa indicam que 8 em 10 funcionários (83%) possuem celulares, e 82% fica de olho no aparelho durante o trabalho. Enquanto 10% deles comentaram que os smartphones não atrapalham na produtividade, 66% comenta que dá uma "checada" no aparelho diversas vezes durante o dia.

Mesmo que os gadgets tenham a principal culpa no que atrapalha a sua produtividade, outros fatores também influenciam, se tornando verdadeiras armadilhas para funcionários.
Abaixo, você acompanha o ranking das 10 piores coisas que atrapalham o desempenho:

10. Trabalhar em cubículo/baia: 9%
9. Colegas que fazem muito barulho: 20%
8. Reuniões: 24%
7. Email: 26%
6. Pausas para comer ou fumar: 27%
5. Bate-papo com colegas: 27%
4. Mídias sociais: 37%
3. Fofoca: 39%
2. Internet: 41%
1. Smartphone/apps: 55% 

Fonte: Tecmundo
5 de julho de 2016

Siga por Email

Postagens Populares

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Blog da Hands On Formação Profissional -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -